domingo, 17 de dezembro de 2017


O ator Taumaturgo Ferreira chegou a recusar duas propostas para fazer novelas religiosas, e uma para atuar na trama de Cristianne Fridman que substituirá Belaventura. Seu foco era retornar à emissora que o consagrou.

De volta à Globo em 'Ilha de Ferro', série que estreia em 2018, Taumaturgo Ferreira ator de 61 anos, que está no ar na reprise de 'Celebridade' (2003), ficou na Record até 2014 e decidiu que era hora de sair quando viu que a emissora se dedicaria quase exclusivamente a tramas bíblicas. Esperou três anos por uma oportunidade de voltar aos Estúdios Globo.



“Mas eu estava tranquilo, esperando o trabalho certo, sem pressa. Não queria ficar forçando a barra, pedindo [papel para produtores de elenco, autores]. Apesar de eu conhecer muita gente na Globo, não queria aparecer em qualquer coisa, sou meio supersticioso nesse sentido, gosto de ser convidado. Se tem uma forçação de barra, acabam te enfiando num negócio que não é a sua cara, só pra te ajudar”, contou.

“Fui muito bem tratado [na Record], agradeço pelo tempo que fiquei lá, mas ia sair de qualquer jeito. Porque você quer jogar no Barcelona, no Paris Saint-Germain… Eu queria fazer outras coisas e planejar uma volta para a Globo, que demorou, só voltei agora”, revela.



O retorno de Ferreira à emissora foi a convite de Afonso Poyart, cineasta e diretor de 'Ilha de Ferro'. O personagem dele será o de um trabalhador da plataforma de petróleo onde a trama acontece. "Ele medita, é todo budista, espiritualizado, suave, engraçado. Tem muito a ver com as coisas que eu leio, que eu penso. Foi o primeiro convite concreto [para voltar à Globo] e foi perfeito. Era exatamente a oportunidade que eu estava esperando", afirma.



0 comentários:

Postar um comentário