terça-feira, 30 de janeiro de 2018


Após o lançamento da novidade na estréia do atual Big Brother Brasil na Rede Globo, onde uma família inteira, composta por 4 pessoas, entraram no reality, diversos tipos de polêmicas surgiram, sendo que a principal polêmica foi algo "meio estranho" e que repercutiu de maneira muita negativa entre pai e filha(veja AQUI).


A Globo colocou os telespectadores para eliminarem dois dos quatro integrantes da família, e a escolha do grande público foi a permanência do pai e da filha, o que não foi encarado com muita satisfação pela filha.

A filha, Ana Clara, não gostou nada de saber que fará dupla com o pai no reality, e chegou a criticar a Rede Globo publicamente pela decisão, pois segundo as regras do programa, em caso de Prova do Líder ou eliminação, as consequências passam a atingir a vida dos dois que o público escolheu para continuarem no programa, ou seja, se um for eliminado, os dois serão de igual modo, ou se um for punido o outro será punido da mesma maneira.


"Eu achei horrível isso da gente ser uma pessoa só. E se eu fizer uma cagada? Meu pai leva junto? Isso não é legal para ninguém. Eu sou uma pessoa e ele é outra com pensamentos e atitudes diferentes. E se não concordarmos no voto? Eu não gostei disso. Não mesmo", comentou a filha durante uma conversa com os participantes do programa.


Outra situação que incomodou a jovem no programa, foi o fato dela ter que dormir na mesma cama que o pai, o que foi duramente criticado por ela. Inicialmente a jovem dormia com a mãe, o pai e o primo, mas após a eliminação da mãe e do primo, ela teve que dormir com o pai na mesma cama. "Não creio. Será que um dia os humilhados serão exaltados? P*** que pariu!", reclamou a jovem que teve que dividir cama, travesseiro e lençol com o pai Ayrton. Informações e fontes "TV Foco".




0 comentários:

Postar um comentário