terça-feira, 23 de janeiro de 2018


Você acredita em milagres? Caso sua resposta seja não, você deveria rever seus conceitos, pois uma gestante que é baleada na cabeça em seu oitavo mês de gestação, que sobreviveu ao grave ferimento e já se recupera juntamente com o bebê sem nenhuma sequela, poderia ter algum outro tipo de explicação se não for milagre?

"Uma explosão de alegria", essa é a definição encontrada pelo marido, o corretor de imóveis Wallace Araújo, de 34 anos, ao comentar sobre a melhora do filho recém-nascido, que veio ao mundo após a mãe, Michele Ramos da Silva Nascimento, de 33 anos, ser baleada na cabeça quando estava no oitavo mês de gestação, durante uma tentativa de assalto em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.


De início a situação dos dois era crítica, mas a mãe demostrou melhora pouco depois. Logo após a tragédia, Michele foi submetida a uma cirurgia cesariana, onde o estado de saúde do bebê, chamado Antônio, apresentava alguns declínios e até os médicos chegaram a preparar a família para o pior, mas felizmente nesta terça-feira(23), a situação mudou, e o recém-nascido está respirando sem a ajuda de aparelhos.

Wallace, o pai do menino confirmou em entrevista que Antônio deve ser amamentado pela mãe ainda está semana. "A notícia é maravilhosa. Estamos vivendo, eu e Michelle, uma eplosão de felicidade. E tem mais novidade boa: o Antônio fez uma ultra para saber se ele tem alguma lesão no cérebro e o resultado foi normal. Só tenho que agradecer a Deus por sua misericórdia. Eu e Michelle só temos que agradecer", disse Wallace.

Segundo Wallace, Michelle também está cada dia mais forte e fazendo fisioterapia para recuperar o lado direito do corpo, que apresentou um déficit motor, mas já está se recuperando. "O lado direito já está quase tão forte quanto o esquerdo, o que é uma alegria enorme. Agora ela se prepara para amamentar. Achamos quer será ainda esta semana. Os médicos disseram que o Antônio já está fazendo movimentos de sucção", revelou Wallace.


O Hospital de Clínicas Mário Lioni, onde mãe e filho estão internados, divulgou um boletim médico nesta terça-feira(23), confirmando que Antônio já respira espontaneamente e informou que o estado de saúde dele segue grave. O menino está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal. Informações e fontes "Extra".



0 comentários:

Postar um comentário