quarta-feira, 24 de janeiro de 2018


Dupla armada obrigou jovem a filmar a ação dentro da casa em Ribeirão Preto (SP). Vizinho ouviu gritos durante a madrugada e acionou a PM: cinco com idades entre 19 e 23 anos foram presos.

Uma família foi feita refém por duas horas, dentro da sua própria casa na madrugada dessa quarta-feira (24) em Ribeirão Preto (SP). A rendição dos bandidos foi transmitida ao vivo pela internet por uma das vítimas. De acordo com a PM, uma vizinha ouviu os gritos da família durante a madrugada e acionou a central pelo telefone 190. Ao todo, seis assaltantes com idades entre 19 e 23 anos participaram da ação.


Segundo a Polícia Militar, um dos assaltantes obrigou uma das vítimas a realizar a transmissão pelo Facebook. No vídeo é possível ver um dos jovens dando uma gravata na moradora, que está abraçada a uma menina. O ladrão e o comparsa ao lado dele estão armados.

“Nós vai entregar as armas pros polícia e nós vai sair numa boa. Eles deu garantia da nossa vida, certo? Nós não tá de brincadeira. Eles também não tá, eles tá fortemente armado, e nós também. Nós vai se entregar, nós vai sair numa boa, nós quer sair vivo”, diz.

Cinco homens estavam dentro da casa e uma mulher aguardava o grupo em um carro do lado de fora. A jovem de 23 anos foi a primeira a ser presa pela PM. Consta no boletim de ocorrência que, ao perceber a chegada da viatura, ela gritou e avisou os comparsas.

Dois foram presos quando tentavam fugir pelos fundos da residência. Nesse momento, dois suspeitos que estavam armados levaram a família para um dos quartos, entre as vítimas havia um casal de 72 e 76 anos.

A negociação durou cerca de uma hora, até que os jovens pediram para uma das vítimas iniciar a transmissão ao vivo pelo Facebook.


“Ae, nós vai entregar os revólver agora sem nenhuma bala. As balas estão na nossa mão, filma aqui. Nós vai se entregar. Nós vai jogar aqui no chão, senhor. Muita calma aí, senhor. Está filmando aqui. Tá cheio de viatura aí fora querendo matar”, diz o jovem na gravação. Após orientação da PM, os jovens jogam os revólveres e as balas pela janela, e se entregam. Informações e fontes 'G1'.


0 comentários:

Postar um comentário