sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018


Menina implora para não ser deixada na rua pela mãe.

O caso aconteceu na última quarta-feira, na esquina entre as ruas Visconde do Serro Frio e Olga de Araújo Espíndola, no bairro Novo Mundo em Curitiba, no Paraná.



No vídeo que foi gravado, mostra uma criança de 5 anos, aos berros implorando para não ser deixada pela mãe, as imagens, é possível escutar a menina gritando "mamãe, por favor!", enquanto a mulher está dentro de um carro vermelho. A criança passa na frente do veículo, chorando muito e tentando impedir a mãe de ir embora, mas a motorista arranca com o automóvel.


Imagens da cena viralizaram nas redes sociais e impressionaram internautas.

"Meu, cheguei chorar... Quem tem filho sente mais. Impossível isso. Que Deus esteja com essa criança e que ela não leve esse momento na memória", escreveu uma internauta.


"Isso é revoltante", disse outra. "Meu Deus! Tem tempo que eu não me choco tanto quanto me choquei com esse vídeo. O que está acontecendo, meu Deus??", questionou mais uma usuária de rede social.

As imagens vão embasar uma investigação aberta pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) da Polícia Civil. Segundo o delegado da especializada, José Barreto, a responável pela menor vai ser indiciada por abandono de incapaz e maus tratos.

Inicialmente não há como negar, o mero fato da mulher colocar uma criança fora do carro e ir acelerando. Pelo vídeo, a menina passa em frente ao carro. E mesmo assim, a mãe freia e acelera. É notório que está expondo a perigo a vida daquela criança. Então, há grande indícios que tenha ocorrido o crime de maus tratos.

O vídeo acaba sem deixar claro se a mãe da menina voltou em seguida. Mas, segundo a imprensa local, a mulher retornou para pegar a criança logo depois.

Ainda segundo delegado Barreto, o pai da menina esteve na delegacia, nesta sexta-feira e foi ouvido pelos agentes. Em seu depoimento, ele disse que vai pedir a medida protetiva e tentar a guarda da criança. Os dois tem uma disputa judicial pela guarda da menina.


Ainda de acordo com o delegado, o advogado de defesa da mãe da menina entrou em contato com títular e disse que comparecerá ainda nesta sexta com sua cliente e a menor para prestar depoimentos. A menina está com a mãe.

O advogado disse que vai apresentar a mãe e trazer a criança que será ouvida pelo setor de psicologia, e saber dela as circunstâncias do crime, contou o delegado.

0 comentários:

Postar um comentário