quarta-feira, 7 de março de 2018


Durante uma transmissão de uma live no Facebook, Prentis Robinson foi cruelmente assassinado aos 55 anos de idade.

O crime aconteceu, perto da Universidade de Wingate, na Carolina do Norte. Prentis se filmava ao vivo com um pau de selfie, enquanto falava sobre seus planos de se mudar para Atlanta, um traficante se aproximou e lhe deu vários tiros.


Antes de ser atingido, Robinson falou à pessoa que lhe apontava a arma: “Você está ao vivo, você está ao vivo”, mas nada adiantou. Ele levou quatro tiros antes de seu celular cair ao chão e registrar o ocorrido.

Segundo informa o site Daily Mail, Prentis Robinson, teria divulgado nomes de alguns traficantes locais em uma live anterior feita no Facebook, na tentativa de envergonhá-los. Donnie Gay, chefe da polícia local disse que Prentis Robinson era um homem de bem e teria ido à delegacia de polícia minutos antes de ser assassinado para denunciar o roubo de um celular.


O site informa que o suspeito por ter atirado é Douglas Colson, de 65 anos. Ele foi detido nesta terça-feira, 27.

0 comentários:

Postar um comentário