quarta-feira, 14 de março de 2018


A cada dia que se passa algo mais inusitado que o outro tem acontecido no mundo de diversas formas. A alguns anos atrás, o parto era realizado através de uma parteira, depois foi em maternidades(até hoje é assim), recentemente a moda das gestantes é de parir bebês dentro de piscinas, banheiras e etc, mas agora a novidade é, dentro do mar, e não foi em qualquer mar, mas sim no Mar Vermelho.

Uma jovem deu a luz à um bebê aparentemente saudável nas águas do Mar Vermelho, no Egito. O nascimento se tornou um dos mais inusitados que já se ouviu falar.

A mãe que deu a luz no famoso mar bíblico, é uma turista russa. Ela entrou no Mar Vermelho um pouco antes de iniciar o trabalho de parto, acompanhada de seu parceiro e um médico. Alguns minutos depois, ela saiu da água, mas não mais em três pessoas, e sim em quatro: o recém-nascido estava nos braços do médico.


A mãe foi para o mar de forma natural, de biquíni, como se estivesse acabado de nadar em um dia comum. As fotos da incrível cena foram postadas no Facebook pela usuária Haida Hosny El Said. Elas foram capturadas na varanda do apartamento do tio de Haida, em Dahab, uma pequena cidade na costa sudeste da península do Sinai, no Egito. Desde a sua publicação original no Facebook, as fotos foram compartilhadas mais de três mil vezes, atraindo comentários de pessoas de diversas partes do mundo.

As fotos levaram a crer que o parto no Mar Vermelho foi planejado, mesmo não existindo muitos detalhes sobre o momento do pré-parto. A presença do médico também levou a crença sobre uma possível preparação.

Depois que o bebê nasceu, foi possível ver a placenta sendo colocada em uma tigela de plástico e a criança levada para a costa, com o cordão umbilical e a placenta ainda presas. De acordo com Haida(a mulher que fez a postagem), o médico é especialista em nascimentos na água: "O homem mais velho é um russo especializado em fazer exercícios para que os bebês nascam no mar", escreveu ela em postagem.


Veja as imagens:





0 comentários:

Postar um comentário