sexta-feira, 13 de abril de 2018


A mulher tinha 28 anos e foi embalsamada viva por engano.



Ekaterina Fedyaeva, tinha 28 anos e foi diagnosticada com cistos nos ovários e passou por cirurgia para removê-los em março, em um hospital em Ulyanovsk, cidade no oeste da Rússia, de acordo com a emissora RT.

Enquanto fazia uma cirurgia simples para remoção do cisto nos ovários, Ekaterina recebeu formol, durante o procedimento, ao invés de uma solução salina. Os médicos tentaram limpar a cavidade estomacal dela, mas já era tarde demais.


A sogra de Ekaterina disse à RT que após a operação, a moça disse que sentia que estava morrendo. A partir daí seus órgãos começaram a falhar e teve de ser mantida conectada a aparelhos para sobreviver.

Segundo a imprensa russa, ela morreu na última quinta-feira, mesmo depois de ser transportada do hospital de Ulyanovsk para um centro médico em Moscou.

Ainda não está claro exatamente como o erro aconteceu, mas segundo Abdullov os médicos esqueceram de ler o rótulo da embalagem da substância química antes de administrá-la durante a operação. Informações "Veja"


0 comentários:

Postar um comentário