sábado, 5 de maio de 2018


Os irmão Kauã, de 6 anos, e Joaquim, 3 anos morreram carbonizados, durante um incêndio no quarto em que dormiam, na residência localizada no Centro de Linhares, onde morava a família dos meninos.

O pastor George Alves, que é pai de Joaquim e padrasto de Kauã; deu depoimento e informou que tentou salvar os meninos, mas não conseguiu. George foi preso acusado de atrapalhar investigações sobre o incêndio.

De acordo com os advogados de George, a decisão foi precipitada, e que George está à disposição da polícia e não se recusa de prestar depoimento em momento algum.


A pastora Juliana Salle, que é mãe das vítimas, prestou depoimento nesta quinta-feira (03) por aproximadamente quatro horas na 16ª delegacia regional de Linhares, norte do Espírito Santo. Informações contaram que a pastora chorou durante todo o depoimento.

No dia do incêndio, Juliana estava em um congresso com o filho mais novo, seu esposo, pastor George, e as duas crianças estavam em casa.

Sobre o que foi falado no depoimentos, o delegado que está investigando o caso, preferiu não falar a respeito para dá detalhes para não atrapalhar as investigações, mas garantiu que a Polícia Civil está buscando todas as informações necessárias para que seja o caso concluído.


0 comentários:

Postar um comentário