sexta-feira, 13 de julho de 2018


O recordista Shridhar Chillal autenticado pelo Livro Guinness, não cortava as unhas desde 1952, quando tinha 14 anos, após saber da história de um professor que ficou arrasado após, acidentalmente, quebrar uma unha.

Dali pra cá as unhas de Shridhar foi crescendo a cada dia, chegando a soma de 9,09 metros medidas das cinco unhas da mão esquerda. Só a do polegar tinha 1.,9 metro.


Em 2015, ao ser entrevistado pela equipe do Guinness, Shridhar, de 82 anos, que mora em Pune (Índia), disse que o momento mais difícil do dia era a hora de dormir, por causa do risco de alguma unha se partir.

"A cada hora, acordava para mudar a mão de lado na cama", relatou.


As unhas da mão direita foram mantidas cortadas para que Shridhar pudesse trabalhar.

Por causa das unhas supercompridas, o indiano não conseguia abrir a mão e flexionar os dedos, que acabaram atrofiados.


"Vivo com dor. Sinto sempre uma sensação de queimação", disse ele à época.

Foi para pôr fim à dor que Shridhar decidiu se livrar das unhas da mão esquerda pela primeira vez em 66 anos. Elas agora estão expostas no museu Ripley’s Believe It or Not! (Acredite se Quiser), em Nova York (EUA).


0 comentários:

Postar um comentário